quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

we can be heroes.

Na sacada do seu apartamento, obersevava o vai-e-vem das pessoas na rua. Tão pequenas, tão indefesas, mas que ainda se julgam melhores que os outros.
Sempre odiou isso nas pessoas. Elas se acham tão superiores, e na maior parte das vezes não passam de um bando de merdas.
Pra que viver nessas condições?
Ele não sabia. Não sabia mais o sentido de tudo aquilo ao seu redor.

O sol iluminava seu rosto pálido cheio de angústia. O vento bagunçava seu cabelo com delicadeza.
Passou a vida inteira estudando e trabalhando para se tornar alguém. Pra quê?
Para se tornar mais um qualquer nessa sociedade hipócrita? Não...ele não nasceu pra isso.
Qual seria o sentido de viver em um apartamento vazio, se não vai fazer diferença nenhuma?

Perguntas, uma atrás da outra invadiam sua mente. Sem perceber, deu um passo.
Fechou os olhos, e sentiu o calor do sol no seu rosto.
Os sons lá em baixo se misturavam, tonando-se quase indecifráveis.
Pensou que não tinha mais nada a perder. Colocou um pé pra fora da sacada.
"Então é isso..."

Sentiu algo em sua mão, e colocou seu pé no chão novamente.
Abriu os olhos e levantou a mão com delicadeza.
Olhou mais perto, e viu aquelas lindas cores que se misturavam como mágica naquelas asas tão grandes e tão pequenas.
Nunca tinha visto uma borboleta tão de perto.
Nunca tinha visto lindas cores tão de perto.

De repente, aquela tristeza foi desaparecendo, dando lugar a um sentimento estranho.
Estava feliz e triste ao mesmo tempo.
Como pôde pensar coisas horríveis sobre a vida?
Ele tinha uma vida alí, bem na palma da sua mão.

Pensou que talvez, mas só talvez, aquela fosse a razão da sua vida.
Que ficamos tão preocupados com as desgraças e esquecemos o que o mundo ainda tem de bonito.

Decidiu que daquele momento em diante ele não seria mais um hipócrita melancólico que fica se lamentando em vez fazer alguma coisa.
Se ele tivesse pulado, seria mais um pobre coitado que se matou.
Mais um pobre coitado de desistiu da vida, pois estava cansado de tantos obstáculos.

Vivo, ele pode mudar o mundo, junto com as pessoas que um dia também acordaram pra vida.

Faça diferença.

44 comentários:

Natália disse...

Eu desisti de fazer a diferença no mundo. Mas a razão da minha existência se dá pelo fator de fazer a diferença no mundo de algumas pessoas.

E é mto mágico como algo tão simples e sutil, como uma borboleta pode aparecer em horas crucias e te ensinar algo sobre a vida. Algo que não encontramos nos livros, porque não se define em palavras.


Bjos e td de bom!

Emolicious disse...

Nuss! Muito verdadeiro seu post! A-do-rei!

Seu blog também, além de bonito tem muito conteúdo!

bjusssss

http://loading10percent.zip.net

Edy Nunes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edy Nunes disse...

Uau, ótimo layout e descrição de textos...

Parabéns!

Monique Lôbo disse...

Que as borboletas apareçam para todos! E que todos percebam o quanto são capazes de fazer a diferença!
Lindo post!
Bjãoo

meus instantes e momentos disse...

Gosto de voltar ao teu blog, é muito bom vir aqui.
Maurizio

Thiago Laurentini disse...

Sabe, eu tenho vários motivos para ser como esse homem, vários.

Mas eu tenho o pensamento que ele tem, e desistir da vida pra mim, jamais.

Você é uma su-mi-da, ok?

Andréia disse...

Riffany vc arrasou!!! adorei o texto e o modo como ele nos disperta a parar de reclamar e fazer algo que impacte de verdade...

beijos

Robs disse...

Muitas pessoas acreditam que nao fazem a diferença na vida de alguem, mas com certeza fazem...basta so querer enchergar e dar valor a isso.

Parabens pelo texto, mto bem escrito.

Bjokass!

Milla disse...

Seu post veio a calhar, na hora certa.. Preciso encaminhá-lo para alguém! heehuehe
Lindo post!!! Muito bom!!!

Bjs!

Varda disse...

*refletindo*

Vc tem toda razão...acho que prefiro não pular..e fazer a diferença!!
o/

Leticia disse...

Fazer a diferença... * pensa *
É, fazer a diferença é o que há, nem que seja na vida de uma única pessoa.

Estava com saudade daqui.
Beijos ;*
[paper-heart.zip.net]

Yaas disse...

Se todas as pessoas acordassem, invez de seguir do jeito que estão ou desistirem, o mundo seria um lugar muito melhor.
Amei o texto.
E sim, acho que todos somos um ponto de interrogação, mais poucos tem essa visão.
Beijos :*

Max Psycho disse...

eu acho que voce pode não fazer a diferença no mundo todo, mas pode mudar e fazer a diferença no seu mundo particular, que é o que mais importa, bjus gata e uma ótima semana

Giovanni O.U.C.! disse...

Sou eu a pessoa desse texto TRANQUILISSIMO!
mais vamos dizer que a minha borboleta
é diferente das habituais né
SAUHASIHSAIUSAHIUSAH
Eu ainda vou fazer a diferença
quanto a relação das cores
me lembrou sobre meus vandals...
eu não to aqui pra ser o melhor!
to aqui pra colorir só isso (=

milena shoji. disse...

Fazer a diferença é algo tão profundo, porque a diferença pode vir de vários lugares. Eu decidi fazer a diferença, mas por onde começar?
beijo :*

Bill Falcão disse...

Considero sempre bom lembrar dessas coisas, Tiffany! Ajudam um bocado! A gente esquece das cores de uma borboleta, se estamos mergulhados nesse caos. Não devemos mergulhar.
Bjooooooooooo!!!!!!!!!!

D.Ramírez disse...

E uacho que existe uma parte da vida, onde procuramos ser alguém mais pelos outros..
A sociedade cobra muito, e para estar nela temos que dançar a mesma música...mas com o tempo vemos que devemos mudar por nós mesmo e ai sim vivemos bem. Vivemos bem, porque encontramaos a nós mesmo, não os outros. E ai conseguimos viver melhor com eles, porque como diz o texto, somos todos partes de uma mesma panela, e se tivermos que qurer algo, teremos que começar por nós..
ai fica mais fácil..
Belo texto!!!!!

Besos

Kessia disse...

lembrei de uma propaganda:
se vc n pode fazer tudo, faça tudo o q puder

n há nda mais gratificante do q mudar o mundo.. nem q seja o mundo de uma pessoazinha só..
vale a pena...

bj

Sammyra Santana disse...

Nossa, adorei esse bonequinho vomitando um arco-íris!
Quando a gente acorda pra vida fica assim, que nem ele, vomitando arco-íris, desses assim, bem coloridinhos!
Beijo, Tiffany!

Amargo Caramelo's disse...

Às vezes canso de tentar fazer o bem, de tentar mudar as pessoas, de ser diferente e fazer a diferença.
Aí é quando alguma coisa acontece e me faz ver que tenho que continuar tentando. :D

Mary West disse...

Aos poucos eu tento deixar a minha marca. Seja controlando a água ou apenas sendo educada com que está ao meu redor.

Giovanni O.U.C.! disse...

Não tenho mais motivos pra mudar NADA
perdi minha borboleta tifanny ;/
entra no msn pelamordedeus que eu presciso de alguem pra conversar sobre isso
vc entendeu né? ;/
to arrasado!

Biia (: disse...

Nossa que texto mais liindo.. Nossaa ^^'
Vcê me ajudou viiu? eu tava me sentindo mal esses dias mais lendo esse texto percebi que nãão é beem assim que as coisas funcionamm :D

Beeeeeeeeeeeijos :*

D.Ramírez disse...

Acho que com o passar do tempo, não é uma questão de tentar ou não..é simplesmente de ser...e sendo será, e quem gostar ótimo..rs
De qualquer modo, adoro seu ser..e aqui;)

Besitos

Sam disse...

Tanta gente que prefere fugir dos problemas ao invés de enfrentá-los...Nós temos que tomar a iniciativa para mudar o mundo. Se não fomos nós, quem será?

Beijoos

Gabriela M. disse...

nós podemos ser heróis. pois é. mas ás vezes é tão dificil.
mas uma pequena ajuda 'aos alheios' não custa tanto, né??


beijo.

suugar disse...

interessante :)

Jôji disse...

Eu não faço, eu sou a diferença.

Aline Miranda disse...

tomara que todos pensem assim quando se sentirem "na beira do abismo". É muito mais difícil resistir e lutar. Coragem é optar pela vida!
;)

bjs!

Robs disse...

Presentinho pra vc no blog!

Bjokass!

AcidStorm disse...

Ainda tento fazer a diferença, por mais dificil e longa que seja a caminhada...

Grande Beijo.

Andréia disse...

Amei esse post, ganhei o meu dia.. + fazer a diferença não é nenhum pouco facil.. como eu li hj num livro "o sagrificio de hj é a vitória de amanhã" + quem qr se sagrificar? rs

bjux

Carolina P. disse...

É, acredito que a mágica se encontra em coisas tão simples e pequenas como borboletas. Estas coisas pequenas e simples são as que me preenchem, são as que FAZEM A DIFERENÇA.
blog lindo e post lindo, é :D

Jefferson Lucas disse...

Magnifico... Bravo.. Bravo....
Muito real este texto vai ajudar muitas pessoa quando lerem isto...
Continue escrvendo... vc é muito...
bjo

.Dazinha. disse...

Desde que ele mude seu próprio mundo, com certeza o mundo de fora será visto de outra forma, terá outros meios de ajudá-lo. Quem não é capaz de salvar a si mesmo, não salva mais nada! :)

Belo texto.
Beijocas

Mandy disse...

Belo texto flor!!!

Fazer a diferença é muito importante, mas às vezes pode ser difícil...
Porém não custa nada tentar, não é msm?!

Saudades daki...

Vou linkar!!!

BjO.

Sarinha disse...

talvez seja nessa diferença q está todo o colorido da vida!
Adoreii!

Jefferson Cristian Machado; disse...

Resumiste perfeitamente o pensamento de alguém que almeja justificar sua existência. Identifiquei-me.
Foi um prazer conhecer teu blog.
Passe no meu.

Conde Vlad Drakuléa disse...

Permissão para vir a bordo capitã Tiffany Redhair! Vossos lindos cabelos vermelhos estão mais vermelhos e lindos que nunca, e saibas que tu fazes a diferença sim ^^
Grande beijo e abraço do conde ^^

Sarah Caramelo'S disse...

Tem selo pra você :D

Maico Fabiano disse...

Fico feliz em saber que existem pessoas que compatilham de uma mesma forma de pensar.
Qual o sentido de tudo isso? Essa questão deveria ser a motivação de muitos, porém estes então embriagados pelo sistema sem perceberem isto. É uma pena...
Abraço, Maico Fabiano

Gui Vivian disse...

bahhhh, o Tiffany, to passando por uma fase muito foda na vida. Tendo que me superar a cada dia. Esse teu texto me fez tri bem. VALEU!!!

MentalGlow disse...

és uma excelente contadora de histórias. a melhor de sempre. já não te lia ah algum tempo..